×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 189
Você está aqui:PolíticaSe Furlan tivesse o mandato cassado, o que aconteceria?

Se Furlan tivesse o mandato cassado, o que aconteceria?

Publicado em Política

Depois de o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo arquivar na semana passada a ação que poderia cassar seu mandato, o prefeito de Barueri Rubens Furlan (PSDB) deve cumprir seus quatro anos até 2020 – cabe recurso em Brasília, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas não há nada ainda de concreto.

 

Se é difícil “prever” quem seria o novo comandante de Barueri caso Furlan caísse, a certeza é que a cidade viveria pela primeira vez na história o clima de instabilidade político-administrativa ligada à já famosa Lei da Ficha Limpa, semelhante ao que já ocorreu em Osasco – quando Celso Giglio ganhou a Prefeitura em 2012, mas não assumiu; Santana de Parnaíba, quando Marmo Cézar caiu em 2013, mas conseguiu ajudar a eleger seu filho Elvis em eleições suplementares; e Pirapora do Bom Jesus, que ainda está sob o comando do presidente da Câmara, o vereador Dany (PSD), no lugar do candidato que ganhou as eleições em 2016, mas não pôde assumir: Raul Bueno (PTB).

 

Nesta última cidade, o TSE ainda não decidiu se convoca eleições suplementares, a exemplo do que já ocorreu em Parnaíba. Como em Pirapora, caso Furlan caísse, pela lei, assumiria a Prefeitura de Barueri o presidente da Câmara Municipal, vereador Sebastião Carlos do Nascimento (DEM), o “Carlinhos do Açougue”. Daí então, a depender dos recursos legais, poderia ficar vários meses até Furlan retomar o mandato através de vitória em algum desses recursos, ou até o TSE convocar as eleições suplementares.

 

E quem seriam então os candidatos? A julgar pelo atual cenário, o próprio Carlinhos – que tem ensaiado candidatura a deputado estadual nas eleições de 2018 – poderia ser um dos postulantes. Transitou bem entre a aposentadoria do “guru democrata” em Barueri, o ex-prefeito Gil Arantes, e a volta do cacique Furlan – vale lembrar que estes dois ficaram inimigos desde as eleições de 2010. Carlinhos é vereador de terceiro mandato, tendo sido presidente da Câmara também no biênio 2015-2016.

 

Azarão

Dentro do DEM em Barueri, por outro lado, Carlinhos teria que tirar do caminho a vontade do deputado Gil Lancaster em também ser prefeito de Barueri. Além de não esconder de assessores e pessoas mais ligadas seu desejo em um dia ser o comandante da cidade, ele próprio ensaiou candidatura quando, em 2016, o então prefeito Gil Arantes anunciou sua aposentadoria da vida pública, abrindo mão de disputar a reeleição. Desistiu, depois de conselhos democratas.

 

Pesam contra Lancaster, além da inexperiência de vida pública (é deputado de primeiro mandato, e não transita bem entre os grupos políticos de Barueri), a falta do apoio que teria do “padrinho” Gil Arantes – foi unicamente por conta do envolvimento do ex-prefeito que Lancaster conseguiu eleger-se deputado.

 

Oposição

Porém, nada mais óbvia seria a candidatura do ex-vereador Saulo Goes (PSOL). Além de ter sido segundo lugar na disputa contra Furlan nas eleições de 2016, é de sua coligação o processo que poderia cassar o mandato do atual prefeito – ele poderá recorrer da decisão do TRE no TSE. Saulo obteve 19.122 votos (11%) contra 143.250 (84%) de Furlan no pleito do ano passado. Em 2016 também foram candidatos Néo Marques (PMN), que conseguiu 3.401 votos (2%) e Claudio Paes (Rede), com 3.287 votos (1,9%).

 

Clã

 

Mas e no lado de Furlan? Houve quem já “lançasse” os nomes da esposa Sônia Furlan (cujo marketing do atual governo até já atribuiu o carinhoso apelido de “Estrela Guia”) e da filha, a deputada federal Bruna Furlan. “Correria por fora” o irmão, Toninho Furlan, ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal (sempre muito bem votado), e atual secretário de Suprimentos.

Lido 1070 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

Empresa jornalística da região oeste da grande São Paulo que produz informação com transparência, credibilidade, qualidade e agilidade, buscando sempre o aprimoramento da democracia.

Circulação

Barueri, Cotia, Osasco,
Carapicuiba, Itapevi, Jandira,
Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Onde Estamos

Sede própria:
Av. São Paulo das
Missões nº 81
Barueri/SP
CEP 06411-300
Fone (11)4198-4014

Newsletter

Cadastre-se

Lembrar-me