×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 189
Você está aqui:PolíticaCarlinhos denunciará grupo de rede social ao Ministério Público

Carlinhos denunciará grupo de rede social ao Ministério Público

Publicado em Política

O presidente da Câmara Municipal de Barueri, vereador Carlinhos do Açougue (DEM), protagonizou na terça-feira, 29, um duro embate contra um grupo de ativistas políticos de rede social. Na tribuna da Câmara Municipal, ele mostrou papéis em que este grupo o chama de “bandido”, e mais um calhamaço de documentos reunidos em um envelope, que, segundo ele, seria levado ao Ministério Público como denúncia contra a organização.

 

“No momento em que se usam as redes sociais para denegrir imagem, estão cometendo crimes. Publicaram que minha atitude ‘é de quem deve’. Devo o quê? Que atitude suspeita é esta, que crime estou cometendo? São cidadãos descontentes com a administração, e falam que sou bandido. Sou bandido porque administro um órgão público? Porque fui eleito vereador? Está aqui a prova, que renderá uma indenização a entidades sociais de nossa cidade”, ameaçou o vereador.

 

Carlinhos foi além. “Sabem por que a perseguição? O cidadão que está gravando ali tem empresa de tevê e queria esse contrato (na Câmara). Disse que era necessário participar de licitação. Depois queria que eu desse uma vaga de jornalista nesta Casa de Leis pra filha dele, mas tenho um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com Ministério Público, e (este cargo) tem que ser concursado”, acusou.

 

O presidente da Câmara também referiu-se à oposição que o grupo faz ao prefeito Rubens Furlan. “Querem que o governo naufrague, e querem que o prefeito chame lá e dê emprego. Bobo do prefeito se colocar gente dessa no seu governo. Não sou falso. Como não me aliei a eles para ir contra o prefeito, ficam me perseguindo. Queriam que eu bancasse um jornal contra o prefeito e o Toninho (Toninho Furlan, secretário de Suprimentos da Prefeitura, irmão do prefeito). Não quis bancar jornal, não quis bancar eles contra o governo, não jogo sujo”, disse Carlinhos.

 

 

Na sessão desta terça, 5, quase todos os vereadores replicaram o assunto em seus respectivos tempos de discurso na parte de “Explicações Pessoais”. A sessão, que geralmente termina entre 12h e 13h, acabou já passando das 15h.

Lido 491 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

Empresa jornalística da região oeste da grande São Paulo que produz informação com transparência, credibilidade, qualidade e agilidade, buscando sempre o aprimoramento da democracia.

Circulação

Barueri, Cotia, Osasco,
Carapicuiba, Itapevi, Jandira,
Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Onde Estamos

Sede própria:
Av. São Paulo das
Missões nº 81
Barueri/SP
CEP 06411-300
Fone (11)4198-4014

Newsletter

Cadastre-se

Lembrar-me