Você está aqui:EsportesCorrendo atrás dos sonhos

Correndo atrás dos sonhos

Publicado em Esportes

Em 2006, Dijosilene Santos Pereira estava numa crescente dentro do esporte que decidiu seguir e investir – o atletismo. Maratonista, ela se preparava para participar de mais um torneio em Florianópolis (SC). Pode ser que o destino até reservasse pra ela voos maiores, difícil saber, porque naquele ano, na saída do trabalho, enquanto esperava para atravessar a rua, ela foi atropelada na calçada.

 

Verdade que ela começou a correr apenas para manter a forma, aos 21 anos. “Como corria em um local onde várias pessoas tinham equipes de corridas de rua, fui convidada para participar. Desde então comecei a fazer corridas de 10 km e 15 km, e depois de três anos comecei a fazer maratonas. A primeira, de 42 km, foi em Florianópolis, onde conclui com 3h46min. Depois não parei mais”, conta a atleta.

 

Foi quando, em quatro anos entregue ao esporte, a fatalidade. “Aos 26 anos. Fui atropelada, fraturei a bacia e o tórax, e estava a uma semana para viajar e fazer novamente a maratona em Florianópolis. Estava super treinada para finalizar a prova em 3h30min, mas tive que me afastar”, conta ela, que, depois do acidente, acordou apenas no hospital.

 

Muitos acreditaram que ela não voltaria a correr. “Só fato de eu conseguir subir num ônibus meses depois pra mim já foi uma vitória. Meses depois voltei a treinar, bem mais devagar, praticamente trotando, até meio torta. Como tenho muita fé, continuei treinando, e dois anos depois participei da Maratona de Curitiba, completando a prova com 3h41min”, lembra a atleta.

 

Moradora de Santana de Parnaíba, ela teve que dar um tempo de quase cinco anos nas competições para estudar. Continuou treinando para manter a forma, mas o espírito maratonista acabou de novo falando mais alto. “Passei de novo a treinar a corrida visando as competições. Foi quando conheci minha treinadora, a também atleta e professora Miriam Paulino, da equipe Corra Orientado, de Barueri”, explica Dijosilene, hoje aos 35 anos e namorando Wellington Bezerra da Silva, o Cipó, ex-atleta de Barueri, também maratonista.

 

E a reestreia dela será em grande estilo. Dijosilene participará neste dia 15 de outubro da Maratona de Buenos Aires, sua primeira competição internacional. E já se prepara também para a Volta Internacional da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), em dezembro.

 

 

“É uma vitória pessoal. O que aconteceu comigo me ensinou a dar valor às pequenas coisas – como eu fiquei feliz só de poder subir naquele ônibus meses depois do acidente!”, reforça a atleta, que faz questão de deixar sua experiência de vida como mensagem: “Não desistir. Não dar ouvido às coisas que contrariam seus objetivos de vida. Acreditar em você mesmo, porque vai dar certo”.

Lido 256 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

Empresa jornalística da região oeste da grande São Paulo que produz informação com transparência, credibilidade, qualidade e agilidade, buscando sempre o aprimoramento da democracia.

Circulação

Barueri, Cotia, Osasco,
Carapicuiba, Itapevi, Jandira,
Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Onde Estamos

Sede própria:
Av. São Paulo das
Missões nº 81
Barueri/SP
CEP 06411-300
Fone (11)4198-4014

Newsletter

Cadastre-se

Lembrar-me