×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 189

Na volta das férias deputados e senadores se preocupam com eleições e deixam de trabalhar

Publicado em Política

O fim do recesso parlamentar foi na terça-feira, 31 de julho, mas ontem, 1º de agosto os corredores do Congresso Nacional ainda estavam vazios, apenas 25 dos 513 deputados federais compareceram no primeiro dia após recesso, na quarta-feira, na Câmara, em Brasília. Oficialmente, o recesso parlamentar ocorreu entre os dias 18 e 31 de julho.

 

Na Câmara, apenas 8 deputados tinham marcado presença até 11h. Esse esvaziamento tem relação direta com as eleições de outubro. Ainda estamos no período de convenções partidárias e os parlamentares estão nos estados, cuidando das alianças e definições de candidatos.

 

Cerca de 90% dos deputados vão concorrer à reeleição. É o caso dos presidentes das duas Casas do Congresso – Rodrigo Maia, presidente da Câmara, que está no Rio de Janeiro, e Eunício Oliveira, presidente do Senado, que está no Ceará. Os dois voltam a Brasília na próxima segunda-feira.

 

Pela manhã, dos 8 deputados que estiveram presentes na Casa somente um parlamentar participou desde o início do único evento agendado para o dia. O deputado Flavinho (PSC-SP), que tem eleitorado na região do Vale do Paraíba (SP), onde fica a sede da Embraer, presidiu reunião convocada por ele para debater a situação da empresa, cujo controle acionário poderá ser arrematado pela americana Boeing.

 

Flavinho criticou a ausência dos colegas. "Eles estão mais preocupados com as eleições", afirmou ele.

 

A deputada Jô Moraes (PCdoB-MG) chegou após o início do evento. Dois convidados participaram da audiência – o economista Paulo Kliass e o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Herbert Claros da Silva. O presidente da Embraer, Paulo César de Souza e Silva, foi convidado, mas não compareceu.

 

Preocupações eleitorais

Embora faltem dez semanas para 1º turno da eleição, deputados e senadores só deverão comparecer a sessões em três semanas específicas, o que os parlamentares chamam de "esforço concentrado".

 

Dos 35 partidos, 20 ainda deverão realizar as convenções nacionais até o próximo domingo (5), quando terminará o prazo para a definição dos candidatos nas eleições. Por isso, deputados e senadores somente retornarão a Brasília na próxima semana.

 

Segundo a assessoria da Câmara, as votações devem ser convocadas para as seguintes datas: 7 e 8 de agosto; 13 e 14 de agosto; 4 e 5 de setembro.

 

No Senado, o cronograma prevê votações nos dias 7 e 8 de agosto e em pelo menos mais uma semana em agosto e outra em setembro. (Foto: Dida Sampaio)

Lido 336 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

Empresa jornalística da região oeste da grande São Paulo que produz informação com transparência, credibilidade, qualidade e agilidade, buscando sempre o aprimoramento da democracia.

Circulação

Barueri, Cotia, Osasco,
Carapicuiba, Itapevi, Jandira,
Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Onde Estamos

Sede própria:
Av. São Paulo das
Missões nº 81
Barueri/SP
CEP 06411-300
Fone (11)4198-4014

Newsletter

Cadastre-se

Lembrar-me