×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 189

Após três anos na fila de cirurgia, paciente têm alta no Hospital de Barueri

Publicado em Cidades

Na quinta-feira, 26 de julho o Jornal Cidade de Barueri recebeu uma mensagem denunciando a falta de equipamentos para realização de uma cirurgia no Hospital Municipal de Barueri – Dr. Francisco Moran.

 

P.A. filha da paciente S.M.A. informou que na noite anterior, a equipe de enfermagem da unidade hospitalar precisaria novamente de uma remarcação para a realização da cirurgia ‘Ureterolitotripsia Flexível’, que tem como objetivo a fragmentação e retirada de cálculo do ureter ou pequenos cálculos, por método endoscópico. Estava marcado para o dia 24 de julho, porém foi remarcado para o dia 30 de julho.

 

P.A. avisou à reportagem que sua mãe está na fila para realização desta cirurgia havia 3 anos e que com muito custo conseguiu marcar para terça-feira, 24, mas que por falta de “material” precisaria ser adiada para ontem, segunda, 30 de julho.

 

Averiguando a situação, a prefeitura de Barueri foi indagada sobre o caso e se falta medicamentos como anestésicos gerais e demais ‘materiais’ para a realização de tal cirurgia, visto que em uma espera de três anos seria tempo suficiente para ter posse de todos os ‘materiais’ com o SUS – Sistema Único de Saúde.

 

Outro ponto destacado pela prefeitura foi o trabalho de gestão da nova Organização Social que cuida do Hospital Dr. Francisco Moran, SPDM - Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, neste um ano à frente desde que a última empresa se desligou da unidade com vários problemas trabalhistas e de gestão.

 

“O Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB) esclarece que as cirurgias de Ureterolitotripsia Flexível já foram retomadas e que todos os pacientes passarão pelo procedimento cirúrgico com a maior brevidade possível. No caso da paciente S.M.A, o procedimento foi agendado para segunda-feira (30/07). É importante ressaltar que as demais cirurgias estão sendo realizadas normalmente e que não há falta de medicamentos.

 

O HMB é referência para atendimentos nos serviços de cirurgia urológica, geral, ortopédica, pediátrica, vascular, dentre outras especialidades. Todos os pacientes atendidos pelo serviço passam por Classificação de Risco para priorização dos casos mais graves, que representam grande parte da demanda do Hospital. Tal fato provoca reflexos no atendimento do HMB, incluindo sua programação cirúrgica, tendo em vista que os casos de menor complexidade podem eventualmente demorar mais para serem atendidos, devido à necessidade de atendimentos emergenciais a pacientes graves, porém, ninguém fica sem atendimento no local.

 

Sobre o período de um ano de gestão da SPDM - Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, vale destacar que a unidade registrou diversas melhorias em seu atendimento desde que voltou a ser administrado pela entidade, como, por exemplo, em relação à sua produção cirúrgica. Em julho de 2017, foram realizados 243 cirurgias, sendo que em junho de 2018 este número chegou a 1.045, um aumento de mais de 330%, ultrapassando a marca de 10.000 procedimentos cirúrgicos realizados”, completa a Prefeitura de Barueri em nota oficial.

 

P.A. informou que a cirurgia realizada em sua mãe ocorreu sem imprevistos e que o corpo médico foi muito atencioso, ela teve alta nesta terça-feira, 31.

 

Outro caso

Outro caso parecido que foi noticiado pela mídia foi o de Cristina Pavão Franco, que era paciente de Oncologia do HMB, mas ao constatar que não haviam mais medicações para as suas sessões de quimioterapia, divulgou nas redes sociais e após mais de 500 compartilhamentos foi informada pela Secretaria de Saúde de Barueri que a situação da Oncologia seria normalizada.

 

Outra questão levantada pela reportagem foi a situação de saúde do atual prefeito Rubens Furlan, que precisou submeter-se a cirurgia vascular para a implantação de stents coronarianos no último dia 20.

 

Segundo a nota da prefeitura o HMB é referência em cirurgia vascular, por qual motivo o atual prefeito não procurou a unidade para realização do procedimento? Será que a espera de três anos afastou a possibilidade pelo corpo médico de Furlan? Até o final do expediente de terça-feira a prefeitura não se posicionou sobre o questionamento.

 

O procedimento cirúrgico realizado pelo prefeito Rubens Furlan foi um sucesso, feita no hospital particular Albert Einstein em São Paulo, o prefeito passa bem.

Lido 651 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

Empresa jornalística da região oeste da grande São Paulo que produz informação com transparência, credibilidade, qualidade e agilidade, buscando sempre o aprimoramento da democracia.

Circulação

Barueri, Cotia, Osasco,
Carapicuiba, Itapevi, Jandira,
Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Onde Estamos

Sede própria:
Av. São Paulo das
Missões nº 81
Barueri/SP
CEP 06411-300
Fone (11)4198-4014

Newsletter

Cadastre-se

Lembrar-me