×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 189
Você está aqui:CidadesNovo condomínio deve doar área verde à Prefeitura

Novo condomínio deve doar área verde à Prefeitura

Publicado em Cidades

O Bairro dos Altos deve ganhar um novo condomínio residencial de aproximadamente 260 mil m². Mesmo tendo seu projeto aprovado na gestão anterior, este ano a Prefeitura de Barueri pleiteou 30% da área, ao lado do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), como reserva ambiental doada ao governo municipal.

 

A informação é do secretário de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri, Marco Antonio de Oliveira, o “Bidu”. O pleito faz parte das políticas mantidas pela Secretaria relativas ao impacto de vizinhança que lançamentos imobiliários podem causar. 

 

“Hoje os empreendimentos têm que passar também por aqui. Ainda não analisamos algum novo projeto nesta gestão. Pegamos os novos 680 lotes desse novo no Bairro dos Altos já aprovados, mas ainda assim tive a oportunidade de falar com o empreendedor sobre os 30% daquela área que é nativa, e pedi que fossem preservadas como reserva não do condomínio, mas doados à Prefeitura”, afirma o secretário.

 

Usina

Também relativo ao impacto de vizinhança se relaciona o projeto de instalação de uma usina do tipo “unidade de recuperação energética”, incineradora que propõe a geração de energia pelo tratamento térmico de resíduos. O equipamento seria instalado no bairro da Aldeia de Barueri, o que gerou muitos protestos dos moradores locais. A proposta está “abortada”, garante Bidu.

 

“Minha opinião como biólogo: visitei usinas na França, há lugares que você toma um café na padaria ao lado de uma usina de queima de lixo, portanto isso depende da cultura da pessoa”, opina o secretário, para quem a saída para o lixo é a reciclagem. “Mas é um tema que temos que trabalhar hoje com as crianças. Isso diminui muito o volume do que vai para o aterro.”

 

Bidu lembra, por outro lado, que o lixo que vai para o aterro precisa ser queimado por meio de pirólise. “E é conveniente fazer isso. Só que ninguém quer uma usina ao lado de casa, e esse movimento na Aldeia é até justo. Mas o volume de gases que saem do tratamento de esgoto, por exemplo, é muito maior do que o que sairia da usina”, aponta o secretário.

 

 

Lido 2619 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

Empresa jornalística da região oeste da grande São Paulo que produz informação com transparência, credibilidade, qualidade e agilidade, buscando sempre o aprimoramento da democracia.

Circulação

Barueri, Cotia, Osasco,
Carapicuiba, Itapevi, Jandira,
Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Onde Estamos

Sede própria:
Av. São Paulo das
Missões nº 81
Barueri/SP
CEP 06411-300
Fone (11)4198-4014

Newsletter

Cadastre-se

Lembrar-me