Você está aqui:CidadesOsasco recebeu 300 moradias do Morar bem, Viver melhor

Osasco recebeu 300 moradias do Morar bem, Viver melhor

Publicado em Cidades

As 300 famílias sem moradia, que foram desalojadas e que estavam sem auxílio-aluguel, passaram a ter agora o sonho da casa própria realizado

 

O governador Geraldo Alckmin entregou na manhã desta sexta-feira (26) as chaves da casa própria para 300 famílias de Osasco, beneficiadas pelo programa Morar Bem, Viver Melhor, no Residencial Vila Espanha, na zona sul da cidade. As unidades foram viabilizadas por meio da Agência Casa Paulista, programa criado pelo Governo do Estado em 2011, e são destinadas às famílias com renda mensal de até R$ 1.600, público alvo do programa. Os beneficiados, que não poderam ter participado anteriormente de nenhum programa habitacional, terão 120 meses para a quitação do imóvel. A menor prestação é de R$ 80,00/mês e a maior de R$ 270,00/mês. Além disso, o empreendimento respeita e incorporara as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade da Secretaria de Estado da Habitação. A infraestrurura é completa: 47 m², área de lazer, dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço, piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos nas paredes da cozinha e do banheiro, medição individualizada de água e acessibilidade. Os condomínios dispõem também de pavimentação, paisagismo, espaço reservado para estacionamento, quadra poliesportiva, playground, área de lazer, centro comunitário e portaria.

 

Investimentos

As 300 moradias têm aporte de R$ 5,9 milhões da Casa Paulista - R$ 19,6 mil por unidade - a fundo perdido e recursos federais de R$ 22,8 milhões, que somam investimento de R$ 28,7 milhões. Os recursos foram repassados pelo governo paulista para a Caixa Econômica Federal, agente financeiro responsável pela contratação de empresas, supervisão de obras e financiamento do empreendimento. A iniciativa é uma parceria do governo estadual com o governo federal e o dinheiro investido pelo Estado de São Paulo no emprendimento, conforme explicou o governador, não retorna ao tesouro. “Nós colocamos no Casa Paulista, no caso aqui, R$ 20 mil por unidade. São 300 unidades. Em número redondo: R$ 6 milhões. Isso possibilitou viabilizar o empreendimento. A nossa parte não precisa pagar, não é financiamento, é a fundo perdido. Então todo o programa do Minha Casa, Minha Vida é complementado pelo Casa Paulista”, afirmou o governador. Desde 2011, a região metropolitana de São Paulo recebeu 21.482 novas moradias, com 11.202 pela Casa Paulista e 10.280 pela CDHU. Há ainda outras 29.576 moradias em construção na região. Em Osasco, foram entregues 1.560 habitações de interesse social no mesmo período.

Lido 298 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

Empresa jornalística da região oeste da grande São Paulo que produz informação com transparência, credibilidade, qualidade e agilidade, buscando sempre o aprimoramento da democracia.

Circulação

Barueri, Cotia, Osasco,
Carapicuiba, Itapevi, Jandira,
Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Onde Estamos

Sede própria:
Av. São Paulo das
Missões nº 81
Barueri/SP
CEP 06411-300
Fone (11)4198-4014

Newsletter

Cadastre-se

Lembrar-me