×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 189
Você está aqui:CidadesItapevi reduz em 31% mortes causadas no trânsito

Itapevi reduz em 31% mortes causadas no trânsito

Publicado em Cidades

Em 2017, a Prefeitura de Itapevi apostou na conscientização da população e na organização do tráfego para reduzir os acidentes e mortes causados nas ruas da cidade. As ações diminuíram o número de mortes em acidentes de trânsito no município: foram 13 em 2017, contra 19 no ano de 2016, uma redução 31,57%.

 

As informações são do balanço divulgado na sexta-feira passada (19) pelo Infosiga - um sistema que reúne informações de acidentes de trânsito do Estado de São Paulo – e aponta os dados acumulados de mortes no trânsito de janeiro a dezembro do ano passado.

 

A Prefeitura está trabalhando para deixar as ruas da cidade mais seguras. Conscientização e segurança são as chaves para que Itapevi poupe vidas no trânsito.

 

O Infosiga é administrado pelo governo estadual por meio do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito/Detran SP. A Prefeitura e o movimento mantém uma parceria com o objetivo de reduzir os acidentes e salvar vidas no trânsito do município.

 

Em 2016, Itapevi registrou 19 mortes no trânsito, sendo nove de pedestres, cinco motociclistas, três automóveis e duas vítimas não especificadas. Em 2017, foram 13 mortes: sete de motociclistas, quatro de pedestres, uma de bicicleta e um de automóvel.

 

“A queda de vítimas de acidentes no trânsito está atrelada a uma maior preocupação com a segurança de motoristas e pedestres pelo poder público, que tem estimulado campanhas e ações de conscientização”, explica Kleber Maruxo, secretário de Segurança, Trânsito e Transportes.

 

Números

De acordo com dados do Infosiga, nos dois últimos anos, a maior incidência de mortes no trânsito em Itapevi foi entre pessoas com idades entre 30 e 34 anos, com nove casos registrados. Na sequência, jovens entre 18 e 24 anos foram os mais vitimados. Foram seis acidentes; seguidos por pessoas de 35 a 39 anos, que registrou quatro mortes.

 

Somando os dois anos, o total foi de 32 mortes no trânsito: 13 foram de pedestres, 12 de motocicleta, quatro de automóvel, duas vítimas não especificadas e uma de bicicleta.

 

Na faixa etária de 0 a 17 anos foram três mortes. E, de 45 a 49 anos; 50 a 54 anos; 70 a 74 anos houve duas mortes em cada uma destas faixas etárias. As faixas etárias em que foram registradas uma morte nos últimos dois anos foram: de 25 a 29 anos, 40 a 44 anos, 55 a 59 anos, e 65 a 69 anos.

 

O Infosiga aponta que a maior parte dos acidentes nos dois anos anteriores aconteceu na madrugada (0h às 6h). Foram nove acidentes resultantes em morte, que correspondem a 28,13% do total de acidentes. Depois, o horário mais perigoso foi o da noite (18h às 24h), foram oito acidentes, e um total de 25%.

 

Posteriormente, a manhã foi o período mais crítico (6h às 12h). Foram sete acidentes e um total de 21,88% dos acidentes. No período da tarde (12h às 18h) foram registrados seis acidentes e 18,75%. No período não especificado foram duas mortes e um total de 6,25%.

 

Os dias da semana de maior incidência de acidentes em 2016 e 2017 foram aos sábados (sete mortes), quintas-feiras (seis mortes), domingos e sextas-feiras (cinco mortes em cada dia), segundas-feiras (quatro mortes), terças-feiras (duas mortes e quartas-feiras (duas mortes).   

 

Segundo ainda informações fornecidas pelo Infosiga, no período destes dois últimos anos, 78,13% das vítimas de mortes em acidentes no trânsito são homens, enquanto 21,88% são mulheres. Nestes registros, 43,75% são condutores, 40,63% são pedestres e 15,63% são passageiros. Dos acidentes computados, 50% acontecem nas rodovias e 40,63% nas vias municipais. Os locais não especificados registram 9,38%.

 

 

O sistema registrou 50% do local de óbito das vítimas de trânsito na via onde aconteceu o acidente e 46,88% no hospital. Mortes em outros locais não informados 3,13%.  

Lido 1826 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

Empresa jornalística da região oeste da grande São Paulo que produz informação com transparência, credibilidade, qualidade e agilidade, buscando sempre o aprimoramento da democracia.

Circulação

Barueri, Cotia, Osasco,
Carapicuiba, Itapevi, Jandira,
Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Onde Estamos

Sede própria:
Av. São Paulo das
Missões nº 81
Barueri/SP
CEP 06411-300
Fone (11)4198-4014

Newsletter

Cadastre-se

Lembrar-me