Você está aqui:CidadesGCM realiza orientação e prevenção à violência nas escolas

GCM realiza orientação e prevenção à violência nas escolas

Publicado em Cidades

No Brasil, pesquisas realizadas pela Faculdade Latino-Americana em parceria com o MEC (Ministério da Educação) revelam que a violência atinge cerca de 42% dos alunos entre 6º ano do ensino fundamental e 9º ano do ensino médio da rede pública. Esses estudos não consideram apenas a violência física, mas também a verbal como as ofensas discriminatórias e, em muitos casos, consideradas “brincadeiras”.

 

O que justifica tanta violência entre os alunos? E como combater esses índices? Entre tantas perguntas a Secretaria de Segurança em parceria com a Secretaria de Educação iniciou uma série de palestras e rodas de conversas que visam prevenir e violência nas escolas da rede municipal.

 

Orientação e prevenção à violência na escola e ao uso de drogas foi o assunto apresentado pela equipe de Segurança Escolar da Guarda Civil Municipal de Barueri, na sexta-feira (dia 22), aos alunos da Emef Fioravante Barletta, que fica no Jardim Silveira, com o intuito de conscientizar os estudantes a contribuírem com um ambiente escolar harmonioso e mais tolerante.

 

“A escola é um lugar que prepara para vida. Aqui vocês podem ajudar um amigo ou pedir ajuda se estiverem passando por algum problema familiar. São essas oportunidades que precisam ser aproveitadas. Para resolver um conflito usem sempre o poder da inteligência e não a força bruta”, orientou o guarda José Vital Moia.

 

Ao lado do boneco Dudu (mascote da corporação), os guardas aproveitaram para ressaltar os riscos do uso de drogas. “Com a tecnologia, vocês buscam diversos conteúdos na internet. Que tal usar essa ferramenta e pesquisar sobre os efeitos nocivos das drogas? Não apenas drogas ilícitas, mas busquem informações sobre o efeito do álcool também, e quanto o alcoolismo pode destruir famílias. Pesquisem! Veja o quanto essas escolhas podem afetar a condição psíquica e social”, alertou o guarda Adiocê de Deus.

 

Para a diretora da unidade, Larissa Cristina Ferreira, a presença dos guardas na escola já apresenta impacto positivo na sala de aula. “Os alunos estão mais tranquilos e confiam na presença dos guardas. A comunidade também já percebeu a mudança positiva no comportamento dos adolescentes. E o fato de eles também entenderem o trabalho da Guarda Civil Municipal colabora com processo pedagógico”, concluiu a diretora.

Lido 381 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem Somos

Empresa jornalística da região oeste da grande São Paulo que produz informação com transparência, credibilidade, qualidade e agilidade, buscando sempre o aprimoramento da democracia.

Circulação

Barueri, Cotia, Osasco,
Carapicuiba, Itapevi, Jandira,
Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus.

Onde Estamos

Sede própria:
Av. São Paulo das
Missões nº 81
Barueri/SP
CEP 06411-300
Fone (11)4198-4014

Newsletter

Cadastre-se

Lembrar-me